quinta-feira, fevereiro 01, 2007

Capela Real


Fundada pelo duque D. Jaime logo que deu corpo ao seu paço do Reguengo, começou por funcionar nela uma colegiada sob o orago de São Jerónimo, substituída, já no século XIX, com D. João VI, pela invocação de Nossa Senhora da Conceição, altura também em que este monarca instituiria a Ordem de Nossa Senhora da Conceição (6 de Fevereiro de 1818, dia da sua aclamação) que nesta igreja teria a sua sede, como cabeça também já era desde 1815 – e continuou até 1834 – do exemplo “nullius diocesis” um vez que os seus deões usavam o título de bispos (desde 1743) e os seus capelões o de cavaleiros-fidalgos.

Foi esta capela restaurada e beneficiada no reinado de D. João V, que muito a enriqueceu e enobreceu. Podem admirar-se quadros dos pintores italianos Matteo Rosselli e Carlo Maratta e de artistas portugueses; na Sala dos Paramentos, além do Tríptico do Calvário, trabalhos de Maratta, de Domingos António de Sequeira e de anónimos oitocentistas.

In Vila Viçosa – História, Arte e Tradição


Para votar na Capela Real envie um e-mail para orestaurador@gmail.com ou terrasdemarmore@sapo.pt

Sem comentários: